Bialski em Foco



Daniel Bialski Comenta: Comissão votará futuro de Eduardo Ferreira e outros dois no Corinthians


O futuro de três cartolas ligados ao clube está em jogo.

 

Após a investigação que ocorreu nos últimos meses, a respeito “do caso Alyson” que sacudiu as categorias de base do Corinthians. A comissão de conselheiros formada por José Luis Cecilio, Daniel Leon Bialski, Sergio Alvarenga, Carlos Roberto Elias e Luiz Eduardo, votará o destino de três cartolas corintianos.

A investigação envolve Eduardo Ferreira, diretor adjunto de futebol; José Onofre, diretor das categorias de base; e Manoel Ramos Evangelista, o Mané da Carne, conselheiro vitalício e tem como base a denúncia do esquema de desvio de dinheiro, feita pelo empresário Helmut Niki Apaza.

Além da possibilidade de perderem seus respectivos cargos, outras sanções que podem ser tomadas, são advertência ou suspensão. Entretanto, há chance de absolvição dos acusados.

Mesmo com o término das investigações, ainda não há uma data para a audiência que votará o destino dos cartolas.

 

Fonte: Meu Timão – Comissão pode votar pela perda de cargo de Eduardo Ferreira
BOL – Acusado em desvio na base do Corinthians assume cargo em filial do clube
UOL – Acusado em desvio na base do Corinthians assume cargo em filial do clube
Timão Web – Acusado em desvio na base do Corinthians assume cargo em filial do clube

 

Daniel Leon Bialski

Daniel Leon Bialski, Mestre em Processo Penal pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2008). Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Membro do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM e da Comunidade de Juristas de Língua Portuguesa (CJLP). Foi Vice-Presidente da Comissão de Prerrogativas da Seccional Paulista da OAB entre os anos 2008/2009.

Ingressou na banca fundada por seu pai e mentor, o saudoso Dr. Helio Bialski, ainda no ano de 1988, então denominada “Helio Bialski – Advogados Associados”, onde estagiou. Ao graduar-se em 1992, passou a figurar como Sócio do escritório, o qual passou a denominar-se “BIALSKI ADVOGADOS ASSOCIADOS“. Atua nas diversas áreas do Direito Penal, possuindo destacada atuação perante os Tribunais do país. Outrossim, milita na esfera do Direito Administrativo Sancionador, notadamente processos administrativos disciplinares nos órgãos censores de classe (em especial na Corregedoria da Polícia Civil).

Atualmente, Daniel Leon Bialski é Presidente da Sinagoga Beth-el em São Paulo; atua como Secretário-Geral do Clube A Hebraica de São Paulo; atua como tesoureiro da Sinagoga Beith Chabad Central; é Diretor do Museu Judaico de São Paulo; é membro do Conselho de Ética e Conselheiro do Sport Club Corinthians Paulista.